quinta-feira, 17 de abril de 2014

O carro polonês do Papa — Warszawa que pertenceu a João Paulo II estará em sua canonização


Um convidado muito especial de quatro rodas estará presente à cerimônia de canonização do Papa João Paulo II, que acontecerá em Roma, no próximo dia 27. O FSO Warszawa fabricado em 1958 pertenceu a Karol Wojtyla, quando ele era Bispo de Cracóvia. O carro polonês pouco conhecido por nós, brasileiros, era um modelo popular e era produzido com muitas peças de fabricação Russa. O carro do Papa hoje pertence a um colecionador alemão, que o comprou há 2 anos e mandou restaura-lo. Ele partiu de Berlim a bordo do Warszawa na última segunda-feira (14) com destino a Roma. A reportagem está no G1.
Mas ela não conta que o automóvel foi comprado zero km pelo antigo Papa e vendido a seu motorista em 1977, um ano antes de ser eleito Sumo Pontífice.

Ajuda. Que carro é esse?


Recebemos do internauta Cleber, de Porto Alegre-RS, esta foto. Trata-se de um carro que pertenceu a seu pai e ele nos pediu ajuda para identificar o modelo e ano de fabricação. Infelizmente não conseguimos identificar. Então decidimos pedir a ajuda de nossos leitores. Alguém sabe o que é?

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Um site especializado em peças para Isettas e outros micro-carros


Em 2001, dois amigos argentinos, Luis Pasetti e Fredy Cazalbuon, compraram uma BMW Isetta para restaurar. O projeto foi difícil, devido à dificuldade de peças. Decidiram então eles mesmos produzir pelas para Isetta e outros micro-carros, que são mais populares lá do que aqui no Brasil. O negócio deu tão certo que eles se associaram ao brasileiro Cláudio Romi — neto do comendador Emílio Romi, que trouxe para o Brasil a produção da Isetta, aqui batizada de Romi-Isetta — para representa-los em nosso pais. Da parceria nasceu o site isettamania.com.br, especializado na venda de peças para Isettas de todas as origens e também de outros modelos de micro-carros: Heinkel, Masserschmitt e Fundamobile. Mas caso você possua um microcarro de outra marca que necessite de peças, consulte-os. Talvez ele possam ajudar.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Réplica Jaguar XK 120 com placas pretas. Pode isso, Arnaldo?



A regra é clara! De acordo com o Manual do Avaliador da Federação Brasileira de Veículos Antigos, no parágrafo sobre as réplicas: “Réplicas – Não serão aceitas reproduções de outros modelos de épocas diferentes. Serão ponderadas réplicas fabricadas sob licença das fabricantes primárias.”
O carro da foto é uma réplica do mítico Jaguar XK 120 1951, fabricada em 1982 pela extinta empresa brasileira Bola Artefatos Metálicos S.A. O nome oficial do modelo é ‘Fera’. Possui carroceria em fibra de vidro, chassi e mecânica de Opala e é ligeiramente mais largo que o Jaguar verdadeiro. Resta saber qual o foi o clube autor da façanha.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Verde, amarelo, azul e branco


 Na Copa do Mundo de 1994 o advogado campinense Nelson Paviotti prometeu que se o Brasil fosse campeão mundial, ele adotaria as cores de nossa bandeira como as cores de sua vida. Promessa cumprida, 20 anos depois e não apenas se veste de verde, amarelo, azul e branco. Sua casa e seu escritório têm apenas essas cores. Para se locomover, dois Fuscas temáticos. E o mais incrível: quase tudo o que ele come é verde, amarelo ou branco. Até porque não existe comida azul... senão...

Pelamordedeus #129

O Uno Br800. Talvez alguma parceria secreta entre a Gurgel e a Fiat.

Dica do Juliano Dalla Rosa

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Extintores do tipo ABC serão obrigatórios em 2015


 A Federação Brasileira de Veículos Antigos divulgou para seus associados uma importante nota a respeito da obrigatoriedade do uso de extintores do tipo ABC a partir de janeiro do próximo ano. Esse assunto interessa não apenas aos antigomobilistas mas a qualquer pessoa que possua um automóvel. 
Esses novos extintores são eficazes para: 

Classe A:  materiais sólidos, como: plásticos, borrachas, madeiras, tecidos, etc...
 
   
Classe B:  líquidos inflamáveis, como gasolina, óleo, álcool e querosene.
 

Classe C: equipamentos elétricos energizados, como bateria, alternador e outros equipamentos da parte elétrica do veículo.


 Eis a nota da FBVA:

Esclarecimentos a respeito da exigência dos extintores de incêndio

Diante das várias dúvidas apresentadas sobre os extintores de incêndios para veículos, seguem considerações a respeito do assunto.

Desde 2009 os extintores com carga “BC” (antigos) estão sendo substituídos pelos com carga “ABC” (novos). Levando em consideração que cada extintor tem a validade de cinco anos, em 2014 novos extintores com nova validade deverão ser adquiridos.

Os extintores do tipo “BC” que estão sendo comercializados em postos, oficinas e etc., com preços convidativos, deverão ser substituídos até o dia 31 de Dezembro de 2014, independente de a validade estar em dia ou não. Mesmo se a validade ultrapassar o fim de 2014, pelo tipo do extintor, o mesmo deverá ser obrigatoriamente trocado até o final de 2014.

A exigência é do Conselho Nacional de Transito (Contran), que desde 2009 vem alertando os consumidores para esta troca.

A penalidade por se utilizar o extintor do tipo “BC” após o fim de 2014 é a multa. Mas é preciso destacar, que não se deve colocar a segurança em risco por conta de um extintor vencido ou que não é o adequado para uso. Além de jogar dinheiro fora, o consumidor pode deixar de evitar danos irreparáveis para sua família.

Abaixo, parte da Resolução do Contran:

A resolução do CONTRAN vigente para extintores para uso nos veículos e a Resolução 333, de 06 de Novembro de 2009, estabelece que:

Art. 2º Alterar o Artigo 8º da Resolução 157 de 22 de Abril de 2004 que passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 8º O extintor de incêndio com carga de pó BC deverá ser substituído, até o vencimento da validade do teste hidrostático, por um extintor de incêndio novo com carga de pó ABC obedecendo às especificações da tabela 2 do Anexo. (....)

Parágrafo 2º A partir de 1º de Janeiro de 2015, os veículos automotores só poderão circular equipados com extintores de incêndio com carga de pó ABC.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Passat TS 1980 roubado em São Paulo




Esse lindíssimo Passat TS 1980 foi furtado na madrugada do ultimo domingo (dia 6), na região do bairro da Casa Verde, na Capital Paulista. Ele tem placas pretas BGM4549, chassi BT408133 e motor BS081285. O nome do proprietário é Oscar e os contatos podem ser feitos pelos telefones (11) 9 9265-2905 / (11) 9 8776-1023. Passats pretos são bastante raros. Então vamos torcer para que seja localizado rapidinho!



Atualização em 10 de abril: graças ao serviço de rastreamento por satélite, o o carro foi recuperado. 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Aniversário do Portal Maxicar



Hoje, dia 7 de abril, o Portal Maxicar de Veículos Antigos completa 9 anos. Queremos compartilhar com os amigos o nosso orgulho e alegria. E agradecer a todos que de alguma forma contribuíram com a gente para mais essa conquista. Muito obrigado!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Não é Bombril, mas tem 1001 utilidades


Pena que não foi fabricada em série


Um protótipo do FNM JK 2150 em versão pick-up. Muito bacana por sinal. Foi usada apenas internamente dentro da fábrica. Com certeza teria feito sucesso comercial se tivesse entrado em linha.

De volta à vida


Foram fabricadas apenas seis unidades desse Alfa Romeo RL Torpedo 1923. Desses, restam apenas dois: um na Europa e esse, do acervo do Museu Roberto Lee, de Caçapava-SP.
Quem acompanha a história dessa entidade, que originalmente se chamava Museu de Antiguidades Mecânicas, sabe que esse raro automóvel é um dos sobreviventes de anos e anos de abandono e saques. Agora, um grupo de abnegados, com parcos recursos, mas uma imensa boa vontade e muito trabalho, vem tentando resgatar essa história. A última conquista foi justamente fazer funcionar novamente o Torpedo, cujo motor estava parado por décadas e décadas. Esse é o milagre. Gilson é o nome do santo.

Inacreditável!... e triste


quarta-feira, 2 de abril de 2014

Vende-se Mustang Shelby GT 500 1969, com 8.531 milhas rodadas


A casa de leilões americana Ron Gillian irá leiloar no próximo dia 25 um Mustang 1969 que é um verdadeiro achado. Literalmente! O exclusivíssimo modelo Shelby GT 500 com motor Cobra Jet 428 pertenceu a um único proprietário e no momento tem apenas 8.531 milhas rodadas. O carro, que permaneceu  muito bem guardado durante anos jamais foi restaurado e segundo a propaganda do leiloeiro, sequer pegou chuva. Possui toda a documentação, incluindo manuais, nota fiscal e certificado de autenticidade.
Já da para imaginar que o valor de venda será astronômico...


Dica do Danyel Campos, de Juiz de Fora, MG

A caminho de casa


Dica do pessoal do Clube do Fusca de Poços de Caldas, MG

segunda-feira, 31 de março de 2014

Um video em homenagem à Kombi

A Volkswagen acaba de lançar mais uma emocionante peça publicitária em homenagem à Kombi, que se despediu definitivamente das linhas de montagem no final do ano passado. O vídeo tem a narração da veterana dubladora Gessi Fonseca, que faz a voz da homenageada. Um climão de arrepiar!

quinta-feira, 27 de março de 2014

Auto Show Collection divulga calendário 2014


A Auto Show Collection divulgou seu calendário anual dos eventos que acontecem nas noites de terça-feira, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo.
Alguns destaques são A Noite da Kombi, a Galaxie Night, a Maverick Night, a Chrysler Night, A Noite do Fusca e a Noite Renault.

terça-feira, 25 de março de 2014

Cidade fantasma... e carros também



Nelson é uma cidadezinha fantasma encravada no deserto, bem pertinho da meca da diversão, Las Vegas, EUA. No passado assistiu à febre do ouro. Hoje se transformou numa cidade turística e os moradores da região fazem questão de manter o cenário o mais autêntico possível, nem que para isso tenham que levar para lá objetos da época e até carros, que mesmo a céu aberto não se deterioram com rapidez, já que a região é extremamente seca. Video-reportagem super bacana do Uol Carros. Embora a referência a alguns modelos esteja errada e o apresentador seja um tanto ‘d e v a g a r’.

quinta-feira, 20 de março de 2014

A multiplicação dos modelos


Em 1966, a revista 4 Rodas publicava em sua edição comemorativa dos 10 anos da indústria automobilística brasileira, os números da produção de novembro do ano anterior. Entre automóveis e utilitários, eram 23 modelos  nacionais.  Hoje, de acordo com a tabela de vendas da Fenabrave, temos 93 modelos fabricados no Brasil e mais 161 importados vendidos oficialmente, entre norte e sul americanos, europeus e asiáticos. Ou seja, o consumidor tem à sua disposição um total de  254 modelos. O que comprar? Oh, dúvida cruel!
É por isso que não conseguimos mais identificar a maioria dos carros que vemos nas ruas.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Fonte de ‘inspiração’



 Em 1958 a alemã DKW lançava  um esportivo com o selo “Auto Union”, apesar de este estar fora de uso desde a II Guerra Mandial. O 1000 SP estava disponível nas versões coupe e conversível e teve suas linhas claramente “inspiradas” no americano Ford Thunderbird, lançado em 1955, como se pode ver nas fotos. A Grande diferença estava embaixo do capô. Enquanto o Thunder vinha equipado com um poderoso V8, o 1000 SP contava apenas com o modesto motor dos demais DKWs, de 3 cilindros e dois tempos, de 980 cm3. O 1000 SP foi produzido até 1965 e hoje é um modelo muito raro. 

Pelamordedeus #128

Antes...

 .
 .
 .
 .
 .
 .
 .
 .
 .

Depois!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Uma nova coleção de miniaturas de nacionais



Uma das grandes frustrações dos colecionadores de automóveis em miniaturas têm sido a falta de oferta de modelos brasileiros. Isso acontece porque a maioria das fabricantes de miniaturas são estrangeiras e não têm os verde-amarelos em sua linha de produção, salvo em casos de carros que foram fabricados em outros países, caso do Fusca. Mas isso está mudando. O Jornal Extra do Rio já lançou duas levas de modelos brasileiros com 12 cada. Promoção que se estendeu para outros estados depois. Além disso, têm surgido diversos pequenos fabricantes nessa linha.
Agora, a Editora Planeta DeAgostini está lançando a sua coleção também. São carrinhos em metal na escala 1:43, muito bem feitos e acabamos, acondicionados em caixinhas de acrílico. Eles podem ser comprados nas bancas de jornais o adquiridos por assinatura. Os detalhes nesse vídeo e na fã page da coleção no Facebook.


quarta-feira, 12 de março de 2014

‘Eu Amo Fusca II’ agora em e-book


Com sua edição impressa já esgotada, acaba de ser lançada a versão e-book do livro ‘Eu Amo Fusca II — uma coletânea de causos de felizes proprietários de Fusca’. A idealização do projeto e compilação das histórias é de Alexander Gromow, um dos mais renomados especialistas em VWs clássicos no Brasil e colunista do Portal Maxicar, onde mantém a coluna ‘Volkswagen World’, o que, alías, nos enche de orgulho.
O formato do livro é o Kindle, um dos mais populares, e pode ser lido no computador, tablet ou smartphone. Basta baixar o aplicativo.
O livro custa apenas R$ 12,00 e está disponível no Amazon.com

terça-feira, 11 de março de 2014

Vespa: firme e forte no mercado de scooters


 Reportagem do programa Mundo S/A, do canal por assinatura Globo News, mostra que a italiana Piaggio continua firme no mercado, apesar dos altos e baixos dos anos 1980, com a invasão dos modelos asiáticos, com carenagem plástica e portanto, mais baratas.
A empresa começou sua história no início do século passado e produzia carrocerias para trens e ônibus. Sendo a Italia aliada da Alemanha durante a II Guerra Mundial, a fábrica da Piaggio foi destruída e teve que recomeçar depois do conflito. Em 1946 nascia a Vespa, que nesses quase 70 anos teve uma produção de 18 milhões de unidades.
Se adequando à realidade do mercado atual, mas sem perder de vista a tradição do produto, a a fábrica da Piaggio, em Pontedera,  produz atualmente cerca de 580 Vespas por dia, mas tem capacidade para mil. A Vespa surgiu um ano antes da Lambretta.
Como o video da reportagem não pode ser incorporado, confira diretemente através do site do programa

segunda-feira, 10 de março de 2014

Toni Bianco: esse dispensa apresentações

O portal Web Motors postou recentemente essa video reportagem com o mestre projetista  Toni Bianco, um italiano que escreveu toda a sua história aqui no Brasil. Projetista do Furia, do Bianco e de outros fora de série nacionais, hoje aos 83 anos ele nem pensa em parar de fazer o que sabe e trabalha atualmente no ‘Bruna’, um conversível cujo nome foi inspirado em sua neta e que segundo ele, irá ficar tão bonito quando ela.

 

Pelamordedeus#127

Para quem não está entendendo ou custando a crer no que vê, trata-se de uma Kombi + Jeep.

Colaboração do amigo Juliano Dalla Rosa

quinta-feira, 6 de março de 2014

Raro Kabrio é o mais recente Miura placa preta


Cheio de orgulho, o Miura Clube do Rio de Janeiro acaba de vistoriar e emplacar o quinto automóvel de seu plantel a receber placas pretas. E dessa vez, trata-se de um exemplar do mais raro dos Miuras. Fabricado somente em 1984 e 85, o Kabrio é um conversível básico, com motor VW refrigerado a ar, mas que acabou não vingando. Resultado: foram produzidos somente 14 unidades. Este sobrevivente é oriundo do Rio Grande do Sul, onde permaneceu até 2012. Na ocasião, seu odômetro marcava  míseros 11 mil quilômetros rodados.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Um “hot rod” de Lego




Mais de 500 mil peças de Lego + 4 pneus + 4 amortecedores. Esse material foi suficiente para que o jovem romeno Raul Oaida realizasse o sonho de criar um carro em escala 1/1. Com jeitão de hot rod, o veículo de Raul atinge cerca de 25 km/s. E pasme, até o motor de ar comprimido foi totalmente construído com pecinhas do famoso brinquedo de montar. A construção só foi possível graças à parceria com um empresário australiano que conseguiu US$ 60 mil com 40 patrocinadores.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Os craques e suas máquinas


Quais aos carros preferidos dos jogadores de futebol no passado?. Descubra nesse álbum do Portal Uol, que traz 28 fotos de época, entre elas essa de Pelé e seu Mercedes Benz, em 1970.


Pelamordedeus #126

É muito bacana quando os proprietários se empenham em deixar ainda melhores aqueles clássicos nacionais do passado. Como esse, que instalou em seu SP2 um charmoso e discreto aerofólio. Ficou demais, não é mesmo? Deveria ter sido item de série!


Dica do Danyel Campos

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

40 anos depois...

Que história incrível! Em 1973 o estudante Joseph McDonald, morador do estado do Tennessee, EUA comprou um VW Cabriolet vermelho fabricado em 1965. No ano seguinte o carro foi roubado próximo à casa de um amigo. Joseph fez um boletim de ocorrência na delegacia, mas durante todos 40 esses nunca mais havia tido qualquer notícia sobre o carro. Eis que agora ele foi encontrado. Pintado de branco, o Fusca encontra-se em péssimo estado. Foi descoberto por agentes da alfândega há cerca de 500 quilômetros de distância da cidade de seu antigo dono. Ia ser embarcado de trem para o Canadá e de lá despachado para a Finlândia, onde seria restaurado. McDonald, que possui até hoje os documentos originais do carro, o reconheceu por causa de algumas particularidades, apesar da mudança de cor.  

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Solidariedade

Em janeiro, o serralheiro Itamar Santos teve seu Fusca incendiado por Black Blocs quando passava próximo a uma manifestação em São Paulo. Era seu veículo de trabalho. Agora um empresário do Paraná resolveu dar a ele de presente uma Brasília 1980. Itamar só precisou pagar os R$ 700,00 do frete. O carro parece estar em ótimo estado. Mas provavelmente não estará mais assim em breve, já que será usado para carregar ferramentas e esquadrias metálicas...

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Uma parceria de 45 anos


O antigomobilista paulista Pascoal Paione tem uma historia de amor e parceria com um Ford Galaxie, que já dura 45 anos. O carro foi adquirido zero km por seu pai em 1969 e permanece impecável como naquela época até hoje.O depoimento foi publicado na TV Estadão.

Dica do amigo João Batista, de Juiz de Fora, MG

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Perdidos na floresta


 No final da II Guerra Mundial dois irmãos criaram na Suécia um ferro velho para recolher carros abandonados pelos soldados das forças aliadas. A finalidade era vender peças de reposição. A eles, outros foram se juntando ao longo dos anos. Passados mais de 60 anos, os automóveis permanecem no mesmo lugar, teimando em resistir à ação do tempo. São mais de mil clássicos europeus e americanos tomados pela vegetação e pelo limo.

Pelamordedeus #125

Edição especial em dose quadrupla

  

Colaboração do Juliano Dalla Rosa

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Foram para o buraco, literalmente

Oito Corvettes de diversos anos, pertencentes ao acervo do Museu Nacional do Corvette, no estado do Kentucky — EUA,  foram emgolidos por uma cratera com cerca de 10 metros de diâmetro que se abriu no piso do recinto onde os carros estavam guardados. O acidente aconteceu na madrugada de quarta-feira e por isso não havia ninguém no local. As imagens são da câmera de segurança. Entre os carros danificados, o exemplar Nº 1 milhão, fabricado em 1992. Que dó!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

A alma do negócio

Com dificuldades para vender seu Nissan Maxima 1996 em estado bastante lastimável, um jovem americano teve a ideia de criar um comercial do carro, bem ao estilo das propagandas dos carrões de última geração. Na ‘campanha’ Luke Aker não faz a menor questão de esconder a situação do automóvel, mas cria todo um clima que ajuda a convencer o propenso comprador. Não sabemos se o carro foi vendido.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

De volta ao passado


 Com a greve dos rodoviários de Porto Alegre que já dura alguns dias, começam a surgir na Capital Gaúcha os transportes alternativos, caso das vans escolares.
Eis que surge agora um ônibus Eliziario dos anos 1960, dando uma força à população que precisa ir ao trabalho e voltar para casa.
Segundo consta, o veículo pertence a uma Igreja e é usado normalmente para o transporte de pessoas carentes e em campanhas de distribuição de alimentos a moradores de rua.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Pelamordedeus #124

Uma das coisas mais bizarras que já publicamos nessas 124 edições da série Pelamordedeus.

Acredite! Isso é um VW 1600 1969, mais conhecido como "Zé do Caixão". A venda por R$ 18 mil. Vai encarar?

Dica do antenado Odair Ferraz